Receitas com polvilho doce: top 10 que vão te deixar com água na boca!

O polvilho doce é conhecido por ser a base do nosso pão de queijo. Porém, ele é muito mais que isso! É possível criar uma variedade de comidinhas com esse ingrediente, que vai de doces à salgado formando um cardápio surpreendente na sua casa.

Tanto o azedo quanto o doce são feitos com mandioca e passam pelo mesmo processo industrial. Por isso, o polvilho doce também é chamado de fécula de mandioca, que é livre de glúten e gorduras. Na culinária funciona como espessante, semelhante ao amido de milho (maisena) e a farinha de trigo. Portanto, pode ser substituído nas preparações de pães e bolos, sem modificar seu sabor.

Publicidade

Se você é adepto dessa iguaria mineira e geralmente não sabe o que preparar com esse “restinho” do pacote, basta conferir essas opções deliciosas:

1. Sequilhos de polvilho doce

Cookies, bolachas, biscoitos. Seja lá como for que você chame, não existe quem não curte esse acompanhamento com café. Ele é a estrela de muitos lanches da tarde e vem roubando lugar das lembrancinhas de aniversário, chá de bebê e etc.

Essa receita é bem prática e rápida. A base dela é o ovo, manteiga, açúcar, polvilho doce e fermento em pó. O coco ralado garante um sabor especial, bem no estilo industrializado, porém sem a necessidade de gorduras hidrogenadas. Caso não curte esse toque a mais, é possível excluí-lo como também substituir por outros ingredientes como fubá, chocolate em pó ou leite condensado.

Os sequilhos são muito sensíveis, e se o forno estiver muito alto eles podem passar do ponto. Por isso, é ideal assá-los em 180 graus, em baixo temperatura, por no mínimo quinze minutos. Observe como seu forno funciona e se achar necessário deixe mais alguns minutinhos.

O preparo rende bem, porém, esses biscoitos duram até uma semana quando mantidos em um pote bem fechado, mantendo toda a crocância. É um ótimo belisco para se ter disponível a qualquer hora!

2. Biscoito de polvilho doce

Se houvesse a possibilidade de enjoar de pão de queijo, com certeza, esse biscoito de polvilho seria a melhor dica para variar um pouco a nossa iguaria brasileira. Mas como é um acontecimento impossível, a orientação é simplesmente testar essa receita porque ela é deliciosa!

Por serem bem fáceis de fazer, servem como um snack ou lanche da tarde. Para os “fora da caixa” podem consumir tranquilamente no café da manhã. Não importa a hora, o difícil é parar de comer!

A execução é tão simples que é apenas misturar todos os ingredientes em uma vasilha. Você vai precisar do liquido quente (água + óleo), polvilho doce, ovos, sal, semente de chia e o quanto bastar de polvilho azedo.  Dá para substituir a chia por ervas ou eliminá-la da lista, ambos também ficam uma delicia!

Existem diversas opções para modelar os biscoitos. A maneira mais tradicional é a argolinha. É só levar para o forno e o resultado não poderia se outro: bem sequinhos, mas, ao mesmo tempo, fofos por dentro.

3. Bolinha de queijo

Essa é uma receita de pão de queijo simplificada, ou seja, uma versão com apenas três ingredientes que garantem o mesmo sabor e textura da guloseima mineira.

É tão fácil de se preparado que se tornam uma opção para quando a despensa está escassa, porque todos os elementos que consta no preparo são acessíveis. Eles são feitos basicamente com queijo mussarela, ovos e polvilho doce.

O único sacrifício é aguardar a mistura por duas horas em geladeira para mantê-los consistentes para enrolar e fritar. Mas depois, é só se jogar nesse balde de muita gostosura. Ficam crocantes e realmente muito parecido com o modo original.

4. Empadão de frango

Essa torta de frango é uma explosão de sabores e é daquelas que fica bem alta! Você pode imaginar que é só uma massa com recheio de frango, mas essa simplicidade não significa pobreza de sabores. Muito pelo contrário, é uma harmonia de texturas que equilibra perfeitamente em dates especiais. Afinal, empadão é sucesso sempre!

Apesar de levar um recheio clássico como o frango desfiado, o seu tempero é pra lá de reforçado. É um refogado com cebola, alho, tomates, pimentão, páprica, pimenta caiena, orégano, molho de tomate, salsinha e, claro, um requeijão para finalizar. Enquanto pode parecer que são condimentos demais, todos eles combinam muito bem entre si. E é por isso mesmo que o sabor dessa torta é único e muito gostoso!

A massa “podre” também é outro elemento sai do tradicional. Além de ser sem farinha, não tem glúten nenhum. Nessa substituição vão o amido de milho e o polvilho doce. Esqueça o sabor acentuado de manteiga porque aqui também vão a páprica doce, orégano e queijo parmesão.

Existem duas etapas de preparação, mas nada que seja complicado. O importante é se atentar a receita e, em seguida, seguir o passo a passo. Sem mistérios!

5. Pão de polvilho doce

Pão é bom demais, não é mesmo? Quem não ama? E esse daqui fica incrível! É um pãozinho de polvilho que vai bem recheado ou apenas com uma manteiga. Depois que saem do forno então, chega a até derreter em cada mordida. Enfim, uma cena que dispensa definições!

Se você tem um restinho de purê de batata na geladeira, lembre-se de fazer essa receita! Ela é fácil e vai deixar qualquer café da manhã mais gostoso. Fica incrível mesmo!

É um preparo rápido, ou seja, não requer muito planejamento. Além disso, como não contém glúten, o esforço de preparo é mínimo, já que não é necessário sovar.

É possível assar em uma forma de pão, mas isso é totalmente opcional. Pode ser feito até em formas individuais, como de de muffins ou cupcakes, o que, inclusive, encurta o tempo de forno.

Não resseca no dia seguinte (ou em muitos outros dias) e acaba por ser uma das melhores opções de pão, por levar farinhas interessantes como polvilho doce.

Ele fica com uma textura ótima. Leve, macio por dentro e super crocante por fora!

6. Torta de polvilho doce

Pára tudo com essa descoberta: torta de pão de queijo recheado com muito queijo.

Sim, uma fartura de gostosura em um prato só. Aposto que essa receita você não vai resistir e vai querer logo fazer (pelo menos aqui, já estamos ansiosos)!

Sabe o que é melhor? É muito simples de preparar, pois é uma torta de “liquidificador”. Claro, que não é aquelas que estamos acostumados a fazer para almoço e tudo mais. Mas sim, um lanchão mega caprichado.

Para fazer essa iguaria mineira tamanho família você vai precisar de: ovos, manteiga derretida, água, parmesão ralado, polvilho doce, sal e fermento em pó. Durante a montagem não pode faltar aquela fartura de queijo mussarela, pois é ele que vai dá o grau para a torta.
Se você está com um tempo livre e quer surpreender alguém, não deixe de preparar essa versão diferentona. E sem muita frescura, é só fatiar e comer com a mão (com direito a lambuzadas de queijo entre os dedos).

7. Pizza com massa de pão de queijo

Se a torta já era o suficiente para correr para a cozinha. Agora é uma maratona para dar conta de mais uma tortura feita com polvilho doce. Afinal, unir pizza e pão de queijo não tem como dar errado ou ficar ruim!

E olha que essa não é qualquer pizza que encontramos por aí na internet, pois aqui é a borda de pão de queijo com uma massa mega fofinha. É impossível resistir!

O primeiro passo é preparar a massa que leva poucos ingredientes: creme de leite, queijos, sal e polvilho doce. Ela é tão versátil que se transforma facilmente em bolinhas de queijo deliciosas. Vale até congelar depois de pré assá-las.

A escolha do recheio fica por sua conta. A receita opta por marguerita que leva: molho de tomate, mussarela, tomates confitados, azeitona e manjericão fresco.

Publicidade

Aproveite a sua noite da pizza e faça um planejamento diferente. Esqueça o delivery e se joga para a cozinha!

8. Molho branco vegano

Acredite se quiser porque além de muitos aperitivos saborosos, o polvilho doce permite fazer um molho branco de dar água na boca e a ainda por cima vegano.

Os ingredientes para essa receita são: castanha de caju de molho, sal, alho, polvilho doce, azeite, leite vegetal e levedura nutricionais que é opcional. Apesar de ser uma lista com elementos diferentes é um molho que vale muito à pena preparar, principalmente se você segue esse estilo de vida.

Para preparar é só bater tudo no liquidificador. Se desejar um molho mais cremoso é só adicionar mais leite vegetal ou caldo de legumes.
Pode usar como molho em massas ou como ingrediente para outras receitas como estrogonofe vegano! É uma delícia e fica aqui a nossa dica amiga para fazer com o restinho de polvilho doce.

9. Tapioca de café

Dá para acreditar que polvilho doce te garante uma tapioca doce e saborosissíma? Além de ser uma opção econômica, rende tão bem quanto as prontas de pacote e ainda por cima é possível personalizar com o sabor que preferir. A receita, por exemplo, é regada com café. Tem como melhorar? Tem sim, mas é só lá no final!

O primeiro passo é hidratar o polvilho com um pouco de café, misturando aos poucos. Essa quantidade de líquido pode variar de acordo com a qualidade do polvilho. A massa deve ficar bem úmida e sedosa, que modela ao ser apertada.

Assim que hidratada já pode ser utilizada para preparar a tapioca, mas é recomendável, descansar por pelo menos dez minutos.

Para deixar a sua tapioca fina e soltinha, passe a massa hidratada por uma peneira, raspando com uma colher. O bom é que o resto pode ser armazenado na geladeira por mais cinco dias, ou seja, lanches saborosos é que não irão faltar por aí.

A melhor parte, com certeza, é levar para a frigideira. A dica para saber se a superfície esta quente o suficiente, salpique um pouco da farinha e ela deve pular depois de alguns segundos.

Vale rechear com o que quiser: doce de leite, chocolate, geleia, cremes e tudo mais. O resultado é de comer rezando. Vale à pena fazer a sua própria tapioca!

Publicidade

10. Donuts de polvilho

Quem não fica morrendo de vontade com aquela rosquinha que os americanos comem nos filmes? Sim, estamos falando do doce mais famoso nos Estados Unidos: o Donuts.

Nada como um donuts fresquinho feito em casa! Ele é muito mais gostoso do que o comprado na padaria e não fica engordurado. O segredo é manter o óleo bem quente pra que ele sempre saia sequinho.

Essa rosquinha famosa aparece por aqui em uma versão inédita feito com polvilho doce, ovos, açúcar refinado e fermento químico em pó. É tão fácil de fazer que não é necessário nem sovar a massa, apenas misturar todos os ingredientes e moldar em formato de rosquinhas.

Para deixar com a aparência semelhante à rede americana, não podem faltar os acabamentos finais como uma cobertura de chocolate derretido e bastante granulado! A massa é fofinha. A cobertura, super chocolatuda. O acabamento, brilhoso. O donuts, sequinho.

O polvilho doce deu um show em muitos ingredientes por aí, concordam? A redação já está louca para testar cada um desses quitutes. Mas, com certeza, a torta de pão de queijo é o novo crush da área!

Em vez de ficar reclamando que não passa nada legal na televisão nos domingos à tarde, que tal ir para a cozinha e preparar algo gostoso dessa lista? Garanto que você e todo mundo de sua casa vão gostar!