Receitas com picanha: 8 formas deliciosas de preparar essa carne

Para quem segue a tradição à risca de um churrasco sabe que a picanha é um elemento indispensável. Podemos dizer que, para os carnívoros, é a estrela da refeição. Quando chega a tábua de picanha fatiada à mesa não tem pra ninguém, apenas os dedinhos loucos para devorar!

A sua textura suculenta que chega a derreter na boca é o que mais agrada os admiradores dessa carne nobre: macia por dentro e úmida por fora.

Publicidade

A gordura lateral é o outra coisa que chama atenção quando avistamos nas prateleiras do açougue, não é mesmo? Mas graças a ela o sabor fica bem presente. Por isso, em qualquer cozimento o ideal é mantê-la.

O melhor de tudo é que ela fica boa de qualquer jeito. Porém, é necessário trabalhar corretamente para manter as suas qualidades e o sabor exclusivo.

Enfim, a picanha é uma verdadeira paixão! E não é só por aqui que ela é requisitada. Em outros países é considerado um ingrediente de luxo. Vamos então aproveitar o que ela pode fazer de melhor?!

Prepare pratos com gostinho de comida caseira com essas receitas deliciosas:

1. Picanha na cerveja

Cerveja e churrasco é a harmonização perfeita para o final de semana! Afinal, distribuir as cervejas enquanto prepara a carne faz parte da cultura brasileira. E não tem nada melhor que simplificar essa função com uma receita simples, fácil e sem aquele auê ao redor da grelha .

Você pode utilizar a peça de picanha inteira ou em fatias, pois o importante é a marinada de cerveja com a sopa de cebola. O ideal é deixar esse sabor pegar bem na carne. Se você for fazer no almoço do dia seguinte, por exemplo, tente deixar de molho um dia antes. É um truque ótimo para qualquer tipo de assado, experimente!

O bacana é que diferentes combinações podem surgir vindo de outros tipos de cervejas. As artesanais ou pretas ficam ótimas nessa proposta. Mas você pode testar outras querendo criar algo novo.

A cerveja e churrasco são elementos especiais em um festejo em casa, por isso escolha bem a sua combinação e aproveite o momento!

2. Picanha invertida

Já imaginou virar a carne do avesso?! Pode aparentar esquisito, por muitos até desconhecido, mas saiba que esse truque deixa a picanha muito mais saborosa e suculenta!

Isso, porque a capa de gordura penetra em todo o interior da peça formando um blend incrível com o recheio. Enfim, é uma loucura!

A etapa principal da receita, com certeza, é o método do corte. É preciso delicadeza e uma boa faca em mãos para que consiga inverter sem nenhuma quebra. Portanto, é crucial se atentar em todo passo a passo.

O recheio é livre. Fica interessante, por exemplo, uma farofa de bacon. A mistura com a gordura deve garantir uma leva umidade. Além de ser um ótimo acompanhamento.

Mas a receita ousa na criatividade e sugere um mix de linguiça calabresa, pimenta dedo de moça, bacon e queijo mussarela.
Um detalhe importante que não pode faltar é o banho de sal grosso e azeite por toda a superfície. Encape com alumínio e leva à grelha ou forno convencional.

É uma maneira curiosa de surpreender os amigos e a família em um churrasco. Não deixe de fazer essa picanha invertida porque vai ser só elogios!

3. Picanha 4 queijos

Esse é o tipo de receita para fugir de tudo o que já viu sobre churrasco & afins. Pensa em um mix de queijos derretidos, envolto na suculência da carne. Tudo isso temperado com apenas sal grosso. Estamos falando dessa linda: picanha recheada com quatro queijos.

Essa versão é bem diferente da invertida. Aqui é feito um corte no meio da peça, tomando cuidado para não ultrapassar os limites e furar. Mas caso isso ocorra é só tampar com palitos de dente, que está tudo certo.

O preparo utiliza esses quatros tipos de queijo: parmesão, mussarela, gorgonzola e provolone. Mas como é difícil agradar toda a família é bem comum substituir por outros, vale até os queijos mais refinados. Afinal, queijo é bom de qualquer jeito!

Como sabemos que a grelha nem sempre é acessível. A solução é assar no forno envolto de um papel alumínio. A textura pode não ficar igual, porém o sabor nem precisamos comentar, não é mesmo?

4. Picanha assada

Há poucos cheiros que abrem o apetite como o de carne sendo assada. Por ser prático e com poucos acompanhamentos é a cara de domingo. Apenas um arroz branco e está tudo perfeito!

Para ter uma picanha suculenta por dentro e dourada por fora o ideal é assar a peça inteira, pois a cocção é mais lenta em relação às outras maneiras de preparo. Portanto, evite cortar a carne antes de levá-la ao forno.

O tempero depende do gosto de cada pessoa, é claro. Na receita utiliza o alho picado, sal e pimenta do reino. Se quiser dar uma levantada no sabor adicione um pouco de molho shoyu, só se atente com a quantidade de sal.

Para aproveitar o embalo do forno, adicione outros ingredientes como batatas, cebolas e cenouras. Ajuda a bastante a deixar a refeição mais completa.

Outro ponto importante, é cobrir a carne com papel alumínio enquanto ela assa e só retirá-lo nos minutos finais de cocção para dourar. Isso ajudará a manter a umidade da carne.

Prepare ela em casa e o sucesso será garantido!

5. Picanha na panela de pressão

Certamente nessa lista de receitas não poderia faltar uma comidinha mais encorpada. Daquelas que cozinham lentamente, deixando a carne macia e gostosa. Aquele caldinho que tem o seu valor, sabe?

Na panela, grelhe a picanha para soltar todo aquela gordura que vai se juntar ao restante dos ingredientes e formar um belo molho. Adicione o básico que pede a receita como o alho, cebolas, tomates, molho inglês e a água. Se preferir incremente com outros legumes que também é muito válido na proposta.

Deixe na pressão para cozinhar e finalize com uma mistura de farinha de trigo e uma concha do molho para engrossar.
É um prato que abraça o estômago! Recomendamos você a fazer, quando bater aquela vontade de uma comidinha de mãe.

6. Picanha no sal grosso

Dê uma chance para fazer um churrasco sem grelha. E essa picanha, vai no forno de casa mesmo!

O segredo para ela ficar sensacional é fazer uma capa com sal grosso. Porém, com uma técnica bem diferente.

A mistura de claras de ovo e farinha de trigo no sal grosso forma uma espécie de argamassa que vai vedar completamente a peça da picanha. Por conta disso, antes de assar molde bem para que as partes fiquem cobertas.

Publicidade

Para servir é só remover a capa de sal com leve batidas com as costas da faca, assim não corre o risco de cortar a carne.
O ponto da picanha tem pra todo mundo! Nas extremidades ficam mais passadas e no centro aquele< rosadinho que já diz tudo!
O legal é que com esse método de cozimento o risco da carne ficar ressecada é nulo.

Diferente da churrasqueira a carne não fica dourada, mas o sabor deixa qualquer um feliz!

7. Picanha na frigideira

Fazer um bife na frigideira parece uma tarefa simples, não é mesmo? Mas com a picanha existem técnicas especiais para aproveitar o que ela tem de melhor: sua bela gordura.

O primeiro truque é selar a peça inteira a fim de soltar bastante gordura. E essa sobra que fica na panela é o que iremos utilizar para grelhar os bifes de picanha. Por essa razão, fique bem esperto nesta etapa!

Porcione a picanha em cortes do tamanho  de sua preferência. Lembrando de outro truque da receita que, quanto mais alto, maior o tempo de cocção para atingir o ponto desejado.

Também tome cuidado com a temperatura do fogão, pois um fogo mais baixo garante um cozimento interno uniforme. Se deseja o mal passado, eleve o calor e manda a ver na frigideira.

Sempre deixe a carne descansar antes de servi-lá. Isso faz com que a umidade seja reabsorvida, deixando mais suculenta e macia. Quanto maior for o pedaço de carne, maior esse intervalo.

Agora você já sabe, sobrou aquele restinho de picanha do churrasco? Prepare essa perfeição no dia seguinte!

8. Picanha no alho

Depois de uma picanha grelhada nada melhor que um delicioso molho para acompanhar!

Com o resto da gordura e da manteiga na frigideira dê uma leve maciada nos alhos fatiados. Só não deixe ele torrar muito para que não amargue o sabor.

Publicidade

Finalize com salsinha e o suco de limão para dissolver todas as partículas e soltar o fundo maravilhoso da frigideira.
Você pode servir ele à parte ou jogar esse aroma todo em cima de suas fatias.

Fica maravilhoso e com um sabor incrível! Não deixe de fazer essa versão para aqueles dias que pedem uma refeição rápida e gostosa.

Quem é carnívoro sabe que de em quando um boa picanha faz bem para o corpo e para alma! O melhor dessas receitas é que você não suja tantas louças para cozinhar e ainda aproveita esse ingrediente com a boca do seu fogão, sem o uso de churrasqueiras e grelhas. Por isso, desligue seu modo churrasqueiro, ative o lado cozinheiro e coloque sua cozinha para arrebentar com você!